Currículo

Disponível para Entrega 3ª Edição

Currículo: A Atividade Humana como Princípio Educativo

 

Quando se fala em currículo, é comum entre os educadores a referência aos conteúdos e às formas de sua distribuição (grades). Ao assumirmos a Atividade Humana como Princípio Educativo do Currículo fazemos toda uma reflexão sobre a construção do quadro de saberes necessários para a formação dos educandos. Mas vamos além. Primeiro, trazendo à tona as questões relativas aos tempos, espaços e recursos que dão corpo à proposta curricular. Depois, resgatando uma dimensão essencial do currículo: os sujeitos, especialmente educadores e educandos, através de suas respectivas atividades principais, o ensino e o estudo.

Um currículo que tem a Atividade Humana como Princípio Educativo está profundamente comprometido, simultaneamente, com a Atividade Discente e com a Atividade Docente. A perspectiva é a superação tanto da passividade quanto da reatividade das práticas instrucionistas. Chama a atenção a falta de sentido pessoal para a prática, seja por parte do aluno seja do próprio professor. São ações mecânicas, mas não autênticas Atividades Humanas.

Ao trabalharmos a Atividade Humana em todas as suas dimensões —Sensibilidade, Motivo, Projeção de Finalidade, Análise da Realidade, Plano de Ação, Ação e Avaliação— disponibilizamos instrumentos teórico-metodológicos aos professores, alunos e gestores para que possam ir além do currículo disciplinar instrucionista, que tem caracterizado tantas de nossas instituições.

Visando potencializar esta concepção ampliada de currículo, várias temáticas são abordadas: Atividade Humana, Imprinting Escolar, Estudo, Ensino, Vínculos, Trabalho Coletivo, Quadro de Saberes, Ciclos de Formação, Inter/Transdisciplinaridade, Trabalho por Projetos, Processo de Mudança, Zona de Autonomia Relativa. Nosso desejo é avançar na concretização de um currículo que faça da escola um autêntico espaço/tempo de aprendizagem, desenvolvimento humano pleno e alegria crítica (docta gaudium) de todos.

Currículo: A Atividade Humana como Princípio Educativo

Sumário

Prefácio

Capítulo 1: Currículo Escolar: A Centralidade do Humano

I—Desafios da Prática Pedagógica

II—Sobre o Currículo Disciplinar Instrucionista

III—Conceito de Currículo

O Currículo na História – O Curriculum do Currículo

IV—O Currículo se constitui pela Atividade Humana

1—Centralidade dos Sujeitos Humanos no Currículo: seus Desejos, Vínculos e Compromissos

2—Dialética Pessoas-Dispositivos Pedagógicos

Capítulo 2: Atividade Humana - Fundamentos

I—Desenvolvimento Histórico-Cultural da Atividade Humana

1—O Papel do Trabalho na Constituição da Espécie

2—O Papel da Atividade na Constituição do Sujeito

3—Tipos de Atividades quanto ao Campo de Atuação e à Intencionalidade

4—Caráter Social da Atividade

II—Dimensões Básicas da Atividade Humana: Afetividade e Cognição

1—No Princípio era... o Desejo. A Afetividade como Fundamento Primeiro

2—O Imprescindível Papel da Cognição

3—Dialética Afetividade-Cognição

III—Condições de Realização da Atividade Humana: Querer e Poder

IV—Atividade Humana e Liberdade

V—Estrutura Geral da Atividade Humana

1—Dimensões Metodológicas da Atividade Humana

2—Observações sobre as Dimensões Metodológicas da Atividade Humana

VI—Atividade Humana como Princípio Educativo

Capítulo 3: Atividade Discente: o Currículo em Construção

I—Atividade Humana e Produção de Sentido: uma relação intrínseca

1—Produção de Sentido

2—Trabalhando o Sentido na Perspectiva da Atividade Humana

II—Atividade Principal Discente: o Estudo

1—Concepções de Educação e Aprendizagem

2—Modalidades de Saberes

III—Of(v)ício de Aluno: Imprinting Escolar

1—Imprinting Escolar Instrucionista

2—Importância dos Anos Iniciais de Escolarização

IV—O Estudo como Atividade

1—Sensibilidade Discente

2—Motivo Discente

3—Projeção de Finalidade Discente

4—Análise da Realidade por parte do Discente

5—Elaboração do Plano de Ação Discente

6—Ação Discente

7—Avaliação Discente

Capítulo 4: Atividade Docente: o Currículo em Construção

I—A Questão do Sentido em confronto com a Alienação das Necessidades

II—Atividade Principal Docente: o Ensino

1—Sensibilidade Docente

2—Motivo Docente

3—Projeção de Finalidade Docente

4—Análise da Realidade por parte do Docente

5—Elaboração do Plano de Ação Docente

6—Ação Docente

7—Avaliação Docente

III—Dialética do Reconhecimento Mestre-Discípulo

Capítulo 5: Currículo: Para Além da Prática Disciplinar Instrucionista

I—O que Estudar/Ensinar? Saberes Necessários

1—Que Saberes são Necessários?

2 —Como explicitar os Saberes? Quadro de Saberes

II—Por um Currículo Não-Seriado

1—Ciclos de Formação: Alguns Pressupostos

2—Posicionamento do Professor em Relação aos Ciclos

III—Esboçando Caminhos para Superação do Currículo Disciplinar

1—Em Busca de Alternativas Pedagógicas

2—Trabalho por Projetos

IV—Sobre a Construção da Proposta Curricular

1—O que é mesmo essencial? Sobre as Escolas que fazem Diferença

2—Processo de Construção da Proposta Curricular

Capítulo 6: Dialética da Travessia: Processo de Mudança do Currículo – outros caminhos, outras formas de caminhar

I—Sobre a Complexa Relação Teoria-Prática

1—Peculiaridades da Teoria

2—Relação Teoria-Prática

3—Prática Desejada

II—Sobre a Possibilidade da Mudança: Zona de Autonomia Relativa

1—Sobre a Representação da Possibilidade

2—Zona de Autonomia Relativa

Concluindo

Referências Bibliográficas

Destaque

Início

Libertad

Fale Conosco

Compra de Livros

Textos & Cia

Assessoria/Palestra

Currículo

Vídeo/Áudio

Provocações

Memórias

264 pág.  Formato: 16 x 23 cm

Preço: R$  49,00

Novidades no Site

Informações: (11) 5062-8515

vendaslibertad@uol.com.br

« Voltar       -      Próximo »

www.celsovasconcellos.com.br

              ISBN:  85-85819-11-1
              ISBN-13
:  978-85-85819-11-8